2 mins read
0 Comentários

AN convida entidades para observar processo

Luanda – Cinquenta entidades estrangeiras convidadas pela Assembleia Nacional (AN) para observar e acompanhar as eleições de 24 de Agosto, em Angola, começam a chegar, ao país, no início da próxima semana.

O convite às essas entidades resultou de uma reunião dos Presidentes dos Grupos Parlamentares, com base no princípio da proporcionalidade, informou, esta quinta-feira, o deputado José Semedo, membro do grupo “ad-hoc” criado para prestar apoio necessário à boa execução do trabalho desses observadores.

Segundo o deputado, o objecto desses observadores “será verificar a transparência, a credibilidade interna e internacional e a justeza do processo eleitoral angolano”.

Entre as entidades convidadas destaque para 15 membros da Comunidade dos Países de Língua Oficial Portuguesa (CPLP), da Comunidade dos Países da África Austral (SADC), da Organização dos Estados Americanos, bem como representantes de partidos políticos ao nível regional.

O deputado José Semedo adiantou que a distribuição dos observadores internacionais nas diversas províncias do país dependerá muito do interesse de cada grupo.

“O que a comissão ad-hoc vai fazer é acompanhá-los durante a sua estadia em Angola, até ao seu regresso, que, em princípio, prevê-se que seja após a declaração dos resultados finais das eleições de 24 de Agosto”, expressou.

Ao abrigo da Lei 11/12, de 22 de Março, a Assembleia Nacional indicou à Comissão Nacional Eleitoral (CNE), as entidades internacionais que convidou para a observação das eleições gerais em Angola.

O grupo “ad-hoc” criado por despacho do presidente da Assembleia Nacional para prestar apoio logístico e diplomático aos observadores é coordenado pelo deputado Tomás da Silva, presidente da Comissão de Administração do Estado e Poder Local da AN.

Estão autorizados a concorrer às eleições gerais de 24 de Agosto os partidos MPLA, UNITA, PRS, FNLA, APN, PHA e P-NJANGO e a coligação CASA-CE.

Do total de 14,399 milhões de eleitores esperados nas urnas, 22.560 são da diáspora, distribuídos por 25 cidades de 12 países de África, Europa e América.

 

Fonte: Angop.ao

Ver mais em: https://www.angop.ao/noticias/politica/eleicoes2022-an-convida-50-entidades-para-observar-processo/

 

Clique Aqui para Receber Mais VAGAS no nosso TELEGRAM: https://t.me/angoemprego

-59 PAÍSES que Angolanos têm facilidade de Visto e Viajar em 2022
-10 PIORES ERROS COMETIDOS POR ANGOLANOS AO ENVIAR O CURRÍCULO
50 IDEIAS DE NEGÓCIOS PARA SE FAZER EM ANGOLA COM POUCO DINHEIRO
-QUER TRABALHAR NA ZEE (ZONA ECONÓMICA ESPECIAL) CLIQUE AQUI
-CONSIGA UM EMPREGO NA AFRICELL
-NUNCA FALE ISSO NA ENTREVISTA DE EMPREGO
65 MODELOS CURRÍCULOS: Baixar e Preencher no Word GRÁTIS (2022)
50 PERGUNTAS MAIS FEITAS EM ENTREVISTA DE EMPREGO