2 mins read
0 Comentários

Primeiro crédito do Dautsche Bank

Luanda – A linha de crédito do Deutsche Bank, de mil milhões de euros, começou a ser utilizada com a assinatura, esta quarta-feira, do contrato de repasse de 56, 9 milhões euros em benefício do grupo Carrinhos Empreendimentos.

O crédito em referência é operacionalizado pelo Banco de Desenvolvimento de Angola (BDA).

O diploma jurídico do referido contrato de repasse foi assinado pela presidente da Comissão Executiva do BDA, Patrícia D’ Almeida, e pelo presidente da Comissão Administrativa da Carrinho Empreendimentos, Nelson Carrinho.

O valor disponibilizado, em garantia soberana emitida pelo Estado angolano, está destinado para a cobertura do contrato de importação de equipamentos industriais de uma fábrica de produção de óleo alimentar, na província de Benguela, depois do lançamento da primeira pedra para a construção do referido empreendimento, em Fevereiro deste ano.

A fábrica vai produzir óleo vegetal, a partir de sementes de soja e girassol, que numa primeira fase será importada.

Instalados em Benguela, a Carrinho, actualmente, já refina óleo bruto importado, mas a estratégia é produzir localmente, com a montagem dos equipamentos por importar, pois vai permitir a extracção do óleo, a partir de quantidade de sementes oleoginosas de soja e girassol.

O administrador executivo para as finanças do Grupo Carrinho Empreendimentos, Samuel Candundo, disse que com este crédito de importação, sem repasse de liquidez, o Dautsche Bank começa agora a desembolsar os valores à fábrica de máquinas industriais, uma entidade italiana.

“Os equipamentos já começaram a ser fabricados, depois do pagamento da primeira prestação. Nos próximos tempos, ou seja, final do ano, começamos a receber as primeiras máquinas”, disse Samuel Candundo.

No segundo trimestre de 2023, apontou, as máquinas da fábrica poderão entrar em fase de testes para, em 2024, entrar em funcionamento pleno, com mil postos de trabalho a serem criados.

Com um período de reembolso de 10 anos, segundo Samuel Candundo, o projecto vai ser sustentado com a produção local de soja e girassol, no quadro do fomento da produção destes produtos agrícolas em Angola.

Depois deste primeiro repasse de crédito ao Grupo Carrinho e Empreendedoras, ainda restam milhões de euros da linha de crédito do Dautsche Bank para atender outros empresários locais.

A linha prioriza os sectores da Agricultura, Pecuária, Agro-indústria, Pescas, Indústria Transformadora e Indústria Mineira.

A operacionalização da Linha de Crédito do Deutsche Bank é uma solução de concessão de crédito à Exportação/Importação e que tem como objectivo promover e apoiar o sector privado angolano na importação de bens e serviços imprescindíveis à implementação de projectos de investimento.

Fonte: Angop.ao

Ver mais em: https://www.angop.ao/noticias/economia/carrinho-assina-primeiro-repasse-da-linha-de-credito-do-dautsche-bank/

 

CLIQUE AQUI PARA RECEBER MAIS VAGAS NO NOSSO TELEGRAM: https://t.me/angoemprego

 

-10 PIORES ERROS COMETIDOS POR ANGOLANOS AO ENVIAR O CURRÍCULO
50 IDEIAS DE NEGÓCIOS PARA SE FAZER EM ANGOLA COM POUCO DINHEIRO
-QUER TRABALHAR NA ZEE (ZONA ECONÓMICA ESPECIAL) CLIQUE AQUI
-CONSIGA UM EMPREGO NA AFRICELL
-NUNCA FALE ISSO NA ENTREVISTA DE EMPREGO
65 MODELOS CURRÍCULOS: Baixar e Preencher no Word GRÁTIS (2022)
50 PERGUNTAS MAIS FEITAS EM ENTREVISTA DE EMPREGO