< 1 min read
0 Comentários

Quatro mulheres assaltam à mão armada e espalham terror

Quatro mulheres “fortemente indiciadas” por roubo qualificado e associação criminosa, detidas em flagrante pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC), foram colocadas em prisão preventiva depois de apresentadas a primeiro interrogatório judicial pelo Ministério Público (MP) na manhã desta segunda-feira, 1.
O Ministério Público apresentou a primeiro interrogatório judicial quatro arguidas fortemente indiciadas pela prática dos crimes de tráfico de estupefacientes, roubo qualificado, assalto à mão armada, associação criminosa, uso e posse de arma de fogo.

Estão igualmente detidos e em prisão preventiva, 16 elementos arrolados no processo-crime como mandatários dos delitos e compradores dos bens roubados e furtos pelas quatro mulheres nos bairros Candombe Velho, Capote e Cacole, na periferia da cidade do Uíge.

Salientar que durante a detenção dos visados resultou na apreensão de duas armas de fogo, Kalashnikov, com dois carregadores cheios de munições, quatro catanas, quatro facas, cinco máquinas de exploração de jogo, 12 perucas e seis telemóveis que se encontravam em pose dos implicados.

Fonte: Jornal de Angola