Nox Angola Logo

Recruta-se Assistente Técnico

RECRUTAMENTO

A NOX está a Recrutar para a “UNI.AO” – Programa de Apoio ao Ensino Superior gerido pela Expertise France com o financiamento da União Europeia.

O objectivo geral deste programa é aumentar a diversificação económica e a criação de emprego em sectores prioritários.

O Assistente Técnico para este projecto terá que ter o seguinte perfil:
No âmbito do projeto, este assistente técnico será colocado junto do MESCTI, sendo o seu principal objetivo o apoio técnico ao Ministério para implementação da estratégia de especialização, um acesso equitativo a nível da pós-graduação e uma melhor ligação com as empresas.

O Assistente técnico nacional terá como funções principais o apoio e seguimento da criação do Fundo Europeu para Ciência, Investigação e Tecnologia (FUECIT) que servirá de piloto para a experiência de lançamento de um fundo nacional.

Principais actividades:
• Coordenação com os serviços do MESCTI, responsáveis pela implementação do projeto;
• Preparação e supervisão das atividades de formação e eventos em coordenação com o MESCTI;
• Participação nas reuniões de coordenação e seguimento organizadas.
• No âmbito específico da criação de um Fundo Piloto para investigação (FUECIT), a coordenação com as direcçoes do MESCTI será focada em: i) definir a arquitetura, os processos e as normas que vão regulamentar o Fundo Piloto;
• Criar e supervisionar grupos de trabalho, capacitações e workshops no âmbito da criação do Fundo Piloto;

Requisitos
• Ensino Superior em Gestão de projectos ou áreas afins;
• Pelo menos 5 anos de experiência no sector do Ensino superior em Angola;
• Experiência previa requerida em preparação e gestão de subvenções/editais /concursos públicos/fundos de investigação;
• Bons conhecimentos do funcionamento de programas de cooperação e das exigências de financiadores e agências internacionais;
• Experiência de trabalho numa Universidade ou num centro de investigação no estrangeiro constitui uma mais valia;
• Experiência previa de trabalho com uma agência de cooperação internacional ou ONGs (preferencial);
• Experiência previa de trabalho em cooperação na sede duma instituição preferencialmente pública (Ministério, Agência, Instituto);
• Capacidades para apresentar, comunicar e animar formações/capacitações com o público-alvo (docentes e gestores das IES);
• Bons conhecimentos do mercado económico em Angola;
• Capacidade de trabalho em equipa com funções transversais;
• Disponibilidade para realizar missões nas províncias.

Candidaturas:
Os interessados deverão enviar o CV actualizado para [email protected] indicando a refª AT-EF

Image 0