Projecto de apoio a jovens empreendedores sem Sucesso na Lunda Sul

Fundo Activo de Capital de Risco (FACRA), que visa apoiar os jovens empreendedores com créditos bonificados, não teve sucesso este ano na província da Lunda Sul, a julgar pela inexistência de representantes dos financiadores.

Enquadrado nas medidas de alívio económico e financeiro causadas pela pandemia da Covid-19, o crédito está a ser operacionalizado por sete sociedades e uma cooperativa de crédito, cujo valor a receber varia de 100 mil a sete milhões de Kwanzas.

A propósito do andamento do programa de Medidas de Alívio na província, o director do Gabinete Provincial Desenvolvimento Integral e Económico local, Kelson Malomalo, disse que o projecto teve muita adesão, com  300 processos inscritos, no início do presente ano, 30 aprovados, mas apenas um financiado.

Em declarações hoje, sexta-feira, à ANGOP, explicou que o grande problema prende-se com a falta de representantes das sociedades e cooperativas de microcrédito na região Leste (Lunda Sul, Lunda Norte e Moxico), instituições que estão a ceder o financiamento.

Face a isso, o FACRA evidenciou alguns contactos e deslocou-se à província uma sociedade denominada “multicrédito”, que levou 23 processos, infelizmente, até ao momento financiou apenas um e, com valores irrisórios.

Por conta da falta de representantes das instituições financiadoras em algumas províncias, o Ministério da Economia e Planeamento criou um programa denominado “Funil de Crédito” com objectivo de ser o canal para encaminhar os processos, na qual, foram enviados mais de 30 processos, mas sem sucesso até ao momento.

Kelson Malomalo disse que o FACRA está preocupado com a situação, porém, estão a trabalhar no sentido de aprovar novas tranches para que as províncias que tiveram baixa sejam consideradas prioritárias.

O FACRA foi lançado e apresentado às organizações juvenis da província da Lunda Sul em Dezembro de 2020, e visa apoiar os jovens empreendedores com créditos bonificados.

Fonte: Angop
Ver artigo em: https://www.angop.ao/noticias/economia/facra-sem-sucesso-na-lunda-sul/

-10 PIORES ERROS COMETIDOS POR ANGOLANOS AO ENVIAR O CURRÍCULO
-QUER TRABALHAR NA ZEE (ZONA ECONÓMICA ESPECIAL)-COMO SE CANDIDATAR
-12 EMPRESAS QUE OFERECEM ESTÁGIOS EM ANGOLA
65 Modelos de Currículos: Baixar e Preencher no Word GRATIS
38 IDEIAS DE NEGÓCIOS PARA SE FAZER EM ANGOLA COM POUCO DINHEIRO
50 PERGUNTAS MAIS FEITAS EM ENTREVISTA DE EMPREGO
Saiba 7 coisas que nunca deves FALAR numa Entrevista de Emprego

Ministério da Saúde vai incluir a vacina contra à malária no calendário anual

O Ministério da Saúde (MINSA) vai incluir a vacina contra à malária no calendário anual de vacinação de crianças, anunciou, na quinta-feira, a directora nacional de saúde pública, Helga Freitas.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou, na quarta-feira, em Genebra, a aprovação da primeira vacina contra a malária e recomenda o seu uso generalizado em crianças da África Subsahariana e outras regiões com altas taxas de transmissão da doença.

A OMS indica que, no contexto do controlo abrangente da malária, a vacina RTS, S/AS01 seja usada para a prevenção da malária P. falciparum em crianças que vivem em regiões com transmissão moderada a alta.

Dados disponíveis indicam que a doença, em Angola, afectou, no primeiro semestre deste ano, 6 milhões de casos, dos quais  9 mil óbitos.

Dos casos registados, um milhão e 900 são de crianças até aos 5 anos de idade, que resultaram em 3 mil óbitos.

Helga Freitas, que falava no especial TPA, adiantou que as autoridades angolanas farão o necessário para contar com a vacina o mais rápido possível, como forma de se reduzir a taxa de prevalência da malária em Angola.

Segundo a especialista em saúde pública, a vacina representa um sentimento de esperança na redução da mortalidades infantil em Angola, tendo em conta que a malária afecta, principalmente, crianças até aos 5 anos de idade.

“A vacina será aplicado em crianças a partir dos 5 meses de idade, em quatro doses. Portanto, fará parte do calendário normal de vacinação”, reforçou a médica.

Helga Freitas reafirmou à necessidade de os cidadãos manterem a vigilância epidemiológica, com acções de saneamento básico para se combater os vectores transmissores da doença.

Por seu turno, o coordenador do Programa de Combate à Malária, José Franco Martins, afirmou que o uso da vacina vai reduzir o impacto nos internamentos hospitalares.

Na óptica do responsável, contribuirá para a redução de 40 por cento de casos malária simples, 30 por cento de malária grave, 60 por cento de malária grave associada à anemia, 30 por cento de redução de transfusão sanguínea e 40 por cento de hospitalizações.

José Franco Martins adianta que, com a aplicação da vacina, há uma previsão de apenas 4 em cada 10 crianças sejam internadas nas unidades sanitárias devido à malária.

A malária provoca, anualmente, a morte de mais de 260 mil crianças e constituiu um dos principais problemas de saúde pública no Mundo, em particular em África.

A OMS indica que a vacina contra a malária RTS, S/AS01 deve ser fornecida num esquema de 4 doses, em crianças a partir dos 5 meses de idade, para a redução da doença e da carga da malária.

Fonte: Angop
Ver artigo em: https://www.angop.ao/noticias/saude/minsa-preve-incluir-vacina-contra-malaria-no-calendario-de-vacinacao/

-10 PIORES ERROS COMETIDOS POR ANGOLANOS AO ENVIAR O CURRÍCULO
-QUER TRABALHAR NA ZEE (ZONA ECONÓMICA ESPECIAL)-COMO SE CANDIDATAR
-12 EMPRESAS QUE OFERECEM ESTÁGIOS EM ANGOLA
65 Modelos de Currículos: Baixar e Preencher no Word GRATIS
38 IDEIAS DE NEGÓCIOS PARA SE FAZER EM ANGOLA COM POUCO DINHEIRO
50 PERGUNTAS MAIS FEITAS EM ENTREVISTA DE EMPREGO
Saiba 7 coisas que nunca deves FALAR numa Entrevista de Emprego

Mais de 1.300 jovens frequentam estágios profissionais pelo país

Mais de 1.300 jovens frequentam estágios profissionais pelo país, no âmbito do Plano de Acção para Promoção da Empregabilidade (PAPE), revelou, esta sexta-feira, no município do Ambriz, província do Bengo, o secretário de Estado do Trabalho, Emprego e Segurança Social, Pedro José Filipe.

O responsável falava no final da assinatura de um protocolo entre o INEFOP e a Petromar destinado a proporcionar estágio de 100 jovens nessa empresa situada no município do Ambriz, província do Bengo, no âmbito do PAPE.

Pedro José Filipe referiu que, para este ano, em que o Estado financia directamente as bolsas dos estagiários, a pretensão é atingir 1.500 estagiários.

Em 2022, com a perspectiva da aprovação do novo código dos benefícios fiscais, toda empresas que acolherem estagiários poderão deduzir as suas responsabilidades fiscais para permitir que os estagiários trabalhem nessas empresas.

Com a alteração do modelo de financiamento de estágios e a sua implementação mais sustentável, o programa poderá absorver muito mais estagiários, aumentando desta forma o número de beneficiários.

secretário de Estado ressaltou que, para além dos estagiários financiados directamente pelo Estado angolano, há também outros no âmbito das parcerias e do financiamento directo dos  parceiros.

O director interino da Petromar, Frederic Heintz, disse que a aposta na mão de obra local é uma alavanca para o crescimento sócio-económico do país.

Salientou que o projecto de estágio profissional vai capacitar jovens para melhor enfrentar o mercado de trabalho.

Por sua vez, o vice-governador do Bengo, Agostinho da Silva, considerou que o programa de estágios profissionais deve servir de modelo para várias empresas no país, visto ser uma das soluções encontradas pelo Executivo para que os recém-formados com dificuldades em encontrar o primeiro emprego adquiram valências para o mercado de trabalho.

No Bengo estão previstos 75 estagiários na fazenda Semedo, 1.625 na formação para avanço, tendo sido já entregues 73 kits profissionais a jovens para começar o 1º emprego.

Lançado em Outubro de 2019, o PAPE é sustentado por via dos eixos temáticos relacionados com fomento ao auto-emprego, programa de estágios profissionais e “avanço”( projecto de melhoramento das competências profissionais), oficinas de trabalho, microcrédito, construção de centros  de formação, reabilitação e reequipamento de centros formativos, assim como programas de instrução de empreendedorismo e gestão de pequenos negócios.

Fonte: Angop
Ver artigo em: https://www.angop.ao/noticias/sociedade/bengo-mais-de-1.300-jovens-frequentam-estagios-profissionais-pelo-pais/

-10 PIORES ERROS COMETIDOS POR ANGOLANOS AO ENVIAR O CURRÍCULO
-QUER TRABALHAR NA ZEE (ZONA ECONÓMICA ESPECIAL)-COMO SE CANDIDATAR
-12 EMPRESAS QUE OFERECEM ESTÁGIOS EM ANGOLA
65 Modelos de Currículos: Baixar e Preencher no Word GRATIS
38 IDEIAS DE NEGÓCIOS PARA SE FAZER EM ANGOLA COM POUCO DINHEIRO
50 PERGUNTAS MAIS FEITAS EM ENTREVISTA DE EMPREGO
Saiba 7 coisas que nunca deves FALAR numa Entrevista de Emprego

Vacinação contra a Covid 19 só com o cadastro feito

As autoridades sanitárias do país informaram esta sexta-feira (8) que o atendimento nos postos de vacinação contra a Covid-19 só será feito mediante a apresentação do cadastro a fim de tornar o processo mais célere.

Segundo o secretário de Estado para a Saúde, Franco Mufinda, os cidadãos podem fazer o cadastramento a partir dos telemóveis desde que tenha acesso à internet ou recorrer aos quiosques junto das comunidades.

“Mas temos também grupos de apoios que vão surgindo nas nossas comunidades com ajuda das comissões de moradores que estão a apoiar as pessoas na feitura do cadastro”, apontou em declarações à Televisão Pública de Angola (TPA).

Franco Mufinda justificou, também, que a enchente que se verifica nos postos de vacinação é devido ao tempo que se perde a cadastrar as pessoas.

A partir de hoje, afirmou, que não serão atendidas também as mães com crianças ao colo. “Muitas vezes a mãe está protegida com a mascara e o bebé não”.

“É triste verificar que a mesma bebé serve para cinco ou dez pessoas tudo para terem prioridade no processo de vacinação”. Quem se deslocar com uma criança ao colo não será atendida”, referiu o secretário de Estado.

O site para o cadastro disponibilizado pelo Ministério da Saúde é www.vacina.gov.ao.

Fonte: Jornal de Angola
Ver artigo em: https://www.jornaldeangola.ao/ao/noticias/vacinacao-so-com-o-cadastro-feito/

-10 PIORES ERROS COMETIDOS POR ANGOLANOS AO ENVIAR O CURRÍCULO
-QUER TRABALHAR NA ZEE (ZONA ECONÓMICA ESPECIAL)-COMO SE CANDIDATAR
-12 EMPRESAS QUE OFERECEM ESTÁGIOS EM ANGOLA
65 Modelos de Currículos: Baixar e Preencher no Word GRATIS
38 IDEIAS DE NEGÓCIOS PARA SE FAZER EM ANGOLA COM POUCO DINHEIRO
50 PERGUNTAS MAIS FEITAS EM ENTREVISTA DE EMPREGO
Saiba 7 coisas que nunca deves FALAR numa Entrevista de Emprego

Angola está fora da “Lista Vermelha” do Reino Unido

Angola e mais 46 países são, a partir da próxima segunda-feira, retirados da “Lista Vermelha” do Reino Unido de passageiros vindos do exterior do país.

De acordo com uma nota da Embaixada Britânica, os passageiros oriundos de Angola que tenham a vacinação completa e menores de 18 anos podem entrar no Reino Unido, desde que apresentem também um teste negativo para a Covid-19, no segundo dia após à chegada.

Os passageiros oriundos de Angola para o Reino Unido, que já têm a vacinação completa, terão agora, segundo a nota, de estar completamente vacinados por um dos imunizantes contra a Covid-19,  agendar um teste (pago pelo próprio) no segundo dia após a chegada ao Reino Unido e preencher o Formulário de Localização até 48 horas antes da sua chegada ao Reino Unido.

De acordo com o documento, “completamente vacinados significa que terão de ter a dose completa de uma das vacinas aprovadas pelo Reino Unido, por um período mínimo de 14 dias antes da chegada ao país. A nota acrescenta que será necessário um Certificado de Vacinação Digital Contra a Covid-19 emitido pelo Governo Angolano.

No caso de o passageiro proveniente de Angola não ter a vacinação completa, o comunicado indica que deverá fazer um teste RT PCR três dias antes da partida para o Reino Unido, agendar e pagar para fazer o teste no segundo e oitavo dia após à chegada ao Reino Unido e  preencher o Formulário de Localização até 48h antes da chegada ao território britânico.
O passageiro deverá ainda, a chegar ao Reino Unido, ser submetido a uma quarentena domiciliar por um período de 10 dias e realizar os testes previamente agendados no segundo e no oitavo dias.

“As medidas anunciadas pelo Reino Unido, de remover 47 países da Lista Vermelha, é um reconhecimento do progresso alcançado através da vacinação da população, tanto em casa como em todo o mundo. É um grande passo para a abertura das fronteiras, estabilização das indústrias e segurança global”, disse, citada no comunicado, a Embaixadora Britânica em Angola, Jessica Hand.

A diplomata enaltece “os esforços do Governo Angolano no combate à Covid-19 e pelo facto de ampliar a campanha de vacinação em grande escala, o que, com certeza, trará ainda mais benefícios para a população”.
Segundo a Jessica Hand, o Reino Unido está comprometido em permitir que aqueles que queiram viajar para o Reino Unido possam fazê-lo de forma segura.

“Por isso é que a vacinação é tão importante, por que só estaremos seguros até que todos estejamos vacinados. Encorajo todos os que ainda não tenham sido vacinados a que o façam no posto mais próximo”, apelou.
O comunicado não avança os nomes dos demais países retirados da “Lista Vermelha.”

Fonte: Jornal de Angola
Ver artigo em: https://www.jornaldeangola.ao/ao/noticias/angola-esta-fora-da-lista-vermelha-do-reino-unido/

Isaías Samakuva é novo Presidente da UNITA

A UNITA anunciou esta sexta-feira que Isaías Samakuva reassumiu a liderança do partido, na sequência da anulação, pelo Tribunal Constitucional (TC), do congresso de 2019 que elegeu Adalberto Costa Júnior.

Em conferência de imprensa, o partido informou que Isaías Samakuva, candidato derrotado nas eleições gerais realizadas em Angola em 2008, 2012 e 2017, ficará no cargo até à realização do Congresso Ordinário da UNITA.

Segundo o partido, está marcada para a segunda quinzena deste mês uma reunião da Comissão Política, para fixar a data do seu XIII Congresso Ordinário, que vai eleger o novo líder desta força política.

A decisão foi confirmada no final de uma reunião do Comité Permanente, que avaliou o acórdão do Tribunal Constitucional que anulou o congresso de Novembro de 2019.

Na base da anulação está o facto de Adalberto Costa Júnior, eleito no conclave presidente da UNITA, ter concorrido à liderança do partido sem antes “renunciar à nacionalidade portuguesa”.

Segundo o acordão n° 700/2021, tornado público na quinta-feira, este acto viola a Constituição, a Lei e os Estatutos da UNITA.

Com a nulidade do Congresso, o TC decidiu que UNITA deve “manter a ordem de composição, competência, organização e funcionamento saída da direcção central eleita no XII Congresso Ordinário de 2015”.

A direcção central da UNITA saída no XII Congresso Ordinário tem como presidente Isaías Samakuva, único interlocutor legal do partido até à realização de novo conclave.

Fonte: Angop
Ver artigo em: https://www.angop.ao/noticias/politica/unita-acata-deliberacao-do-tc/

-10 PIORES ERROS COMETIDOS POR ANGOLANOS AO ENVIAR O CURRÍCULO
-QUER TRABALHAR NA ZEE (ZONA ECONÓMICA ESPECIAL)-COMO SE CANDIDATAR
-12 EMPRESAS QUE OFERECEM ESTÁGIOS EM ANGOLA
65 Modelos de Currículos: Baixar e Preencher no Word GRATIS
38 IDEIAS DE NEGÓCIOS PARA SE FAZER EM ANGOLA COM POUCO DINHEIRO
50 PERGUNTAS MAIS FEITAS EM ENTREVISTA DE EMPREGO
Saiba 7 coisas que nunca deves FALAR numa Entrevista de Emprego

Mais de três mil médicos estão a ser especializados

Cerca de três mil médicos vão beneficiar de pós-graduação em 40 especializações, no âmbito de um programa de formação contínua que o Ministério da Saúde está a levar a cabo, para a melhoria nos cuidados de assistência à população, anunciou, quinta-feira, em Luanda, a titular do sector.

Sílvia Lutucuta, que falava durante do V Congresso de Cardiologia e Hipertensão, que encerra hoje, avançou que o referido programa de formação contínua de médicos vai ser orientado pelo Conselho Nacional de Especialização pós-Graduada em Ciências de Saúde, envolvendo outros sectores, mas com base no plano de necessidades dos recursos humanos.

A ministra sublinhou ainda que, actualmente, o país conta com 120 cardiologistas e, em breve, juntam-se a esses outros 30, que se encontram a fazer especialização dentro e fora do país.

Sílvia Lutucuta informou que, ainda neste ano, Angola terá uma grande surpresa no que concerne à referência, diagnóstico e tratamento das doenças cardíacas e pulmonares, com o investimento que o Executivo está a fazer, por ter noção de que as doenças cardiovasculares constituem uma preocupação para o sector, dado ao aumento de casos nos hospitais.

A governante disse ser importante que se comece a olhar para as doenças crónicas não transmissíveis, entre as quais, as cardiovasculares, como um grande problema de saúde pública. “Por isso, os nossos profissionais de saúde devem estar cada vez mais  capacitados  para exercerem acções conjuntas que ajudem na promoção de estilos de vida mais saudáveis”.

Para Sílvia Lutucuta, que é especialista em Cardiologia, a mudança positiva no estilo de vida da população ajuda a diminuir as mortes por doenças cardiovasculares, onde as principais causas são a hipertensão arterial, diabetes, obesidade, sedentarismo, tabagismo, alcoolismo e consumo excessivo de sal.

Sobre o congresso, que decorre sob o lema “Cardiologia em Angola, Marcando Passos para a Excelência”, a ministra considerou-o um evento importante, por permitir a promoção de debate com elevado rigor científico e técnico sobre o estado da cardiologia no mundo e em Angola, no que toca à prevenção, avanços nos diagnósticos das doenças e novas terapêuticas cardiovasculares.

Sílvia Lutucuta frisou que é desejo do Ministério que a Sociedade Angolana de Cardiologia se mantenha sempre como um elemento de promoção de acções cada vez mais sustentadas em evidências científicas, para que possa ajudar o Sistema Nacional de Saúde a melhorar naquilo que têm sido as abordagens das doenças cardiovasculares em Angola.

No congresso, além de angolanos, participam  cardiologistas provenientes de Portugal, Brasil, Cabo Verde, Moçambique, São Tomé e Príncipe e da Sociedade Panafricana de Cardiologia, de que Angola é membro.

Fonte: Jornal de Angola
Ver artigo em: https://www.jornaldeangola.ao/ao/noticias/mais-de-tres-mil-medicos-estao-a-ser-especializados/

Procura-se Empresas para fornecimento de um veículo Ligeiro 4WD

ANÚNCIO DE CONCURSO PARA EMPRESAS

Procura-se Empresas habilitadas para o fornecimento de um veículo ligeiro 4WD

A People in Need (PIN) é uma organização não-governamental e sem fins lucrativos Checa que implementa projetos de assistência e desenvolvimento em regiões de crise no mundo todo desde 1992.

Na República Checa, a People in Need trabalha para promover a tolerância e o respeito pelo próximo e a sensibilização em relação à situação de indivíduos que sofrem os efeitos da guerra, da pobreza prolongada ou de regimes opressivos.

A People in Need trabalha em Angola desde 2006 nos seguintes programas: educação, agricultura, nutrição, água e saneamento, género e sociedade civil e saúde comunitária.

Procura empresas habilitadas para o fornecimento de um veículo ligeiro 4WD conforme as especificações abaixo:

  • Drive: 4X4; Transmissão: Manual; Velocidade: 5; Suspensão dianteira: Bobina; Suspensão traseira: Leaf; Freios dianteiros: Disco; Freios traseiros: Tambor; Número de portas: 3; Número de assentos: 11 ou mais; Material do assento: Vinil; Cor: Branco

Candidaturas:

As empresas interessadas deverão enviar um e-mail para: [email protected] com assunto “TN_AGOC000289_VEHICLE” até 15 de Outubro de 2021, indicando o nome, contacto telefónica e endereço de e-mail da sua pessoa de contacto, seguindo posteriormente as instruções que serão comunicadas.

Forma e hora de esclarecimentos: Para qualquer esclarecimento adicional poderão contactar por email, por escrito ou ligar para os números telefónicos abaixo, até 8 de Outubro de 21.

Cantor Angolano quer construir escola para crianças que se encontram fora do sistema de ensino

O cantor angolano Gerilson Insrael, revelou nesta segunda-feira (04) de Outubro, que tenciona criar uma escola para enquadar as crianças que encontram-se fora do sistema de ensino.

O desejo foi exposto no perfil do Instagram do artista, e se tudo correr bem a efetivação do mesmo será feita até 2023.

“Eu tenho um sonho e pretendo realizar até ao final de 2023. Quero erguer uma escola para enquadrar crianças fora do sistema de ensino. Quero que amanhã quando tudo isso acabar estejamos todos orgulhosos desta fase dos aplausos e gritos, e todos nós dizermos ‘sim valeu imenso o nosso fôlego’. Vocês me ajudam a concretizar?”.

A pretensão de Insrael, foi bastante aplaudida pelo público, sendo alvo de muitos comentários positivos de internautas que elogiaram a iniciativa do artista.

Dentre os comentários feitos pelos internautas, destacam-se os seguintes: “És GRANDE irmão. Cada dia mais teu fã. Investe na educação dos nossos irmãos. Quem tem, ajuda quem não tem”, disse um internauta. “Os bons actos são para serem abraçados, estamos contigo. Coragem e determinação”, disse outro.

Por: Anasilda Brancel
Fonte: Angorussia
Ver artigo em: https://angorussia.com/entretenimento/fama/gerilson-insrael-quer-construir-escola-para-criancas-que-se-encontram-fora-do-sistema-de-ensino/

-10 PIORES ERROS COMETIDOS POR ANGOLANOS AO ENVIAR O CURRÍCULO
-QUER TRABALHAR NA ZEE (ZONA ECONÓMICA ESPECIAL)-COMO SE CANDIDATAR
-12 EMPRESAS QUE OFERECEM ESTÁGIOS EM ANGOLA
65 Modelos de Currículos: Baixar e Preencher no Word GRATIS
38 IDEIAS DE NEGÓCIOS PARA SE FAZER EM ANGOLA COM POUCO DINHEIRO
50 PERGUNTAS MAIS FEITAS EM ENTREVISTA DE EMPREGO
Saiba 7 coisas que nunca deves FALAR numa Entrevista de Emprego

OBS:

Taxistas transportam passageiros de forma gratuita celebrando aniversário

Amanhã, 5 de Outubro, celebra-se o dia dos Taxistas de Angola, uma data que remete os profissionais do volante a uma profunda reflexão sobre a importância do seu contributo no desenvolvimento do País.

Em alusão à data, as Associações ANATA e a ATA , segundo falou em entrevista ao PLATINALINE o Presidente do Sindicato dos Taxistas de Angola, Geraldo Wanga, que têm mobilizado os seus membros que, imbuídos no espírito celebrativo, estarão durante uma hora, isto é, das 07h às 08h, a transportar os passageiros dos diferentes pontos de Luanda e nas demais províncias onde estão representadas, de forma gratuita, pelo que, uma das condições exigidas para se aceder ao transporte grátis, avançou, é fazer o uso da máscara facial de forma correcta e ter o álcool em gel de forma exemplar, sendo que estão também envolvidos na campanha incessante do combate e prevenção da Covid-19.

“Queremos com esse gesto moralizar a sociedade sobre a importância da prevenção, como o maior meio de corte da cadeia de transmissão da COVID19. Nós, o Sindicato dos Taxistas de Angola – STA, apelamos às Associações e Cooperativas que actuam nos diferentes segmentos da nossa actividade, a celebrarem o 5 de Outubro, com responsabilidade no cumprimento das medidas impostas pelo decreto presidencial em vigor, em função da situação pandémica.”, avançou Geraldo Wanga.

Por: Natalicio Gaspar
Fonte: Platinaline
Ver artigo em: https://platinaline.com/taxistas-celebram-aniversario-transportando-passageiros-de-forma-gratuita/

-10 PIORES ERROS COMETIDOS POR ANGOLANOS AO ENVIAR O CURRÍCULO
-QUER TRABALHAR NA ZEE (ZONA ECONÓMICA ESPECIAL)-COMO SE CANDIDATAR
-12 EMPRESAS QUE OFERECEM ESTÁGIOS EM ANGOLA
65 Modelos de Currículos: Baixar e Preencher no Word GRATIS
38 IDEIAS DE NEGÓCIOS PARA SE FAZER EM ANGOLA COM POUCO DINHEIRO
50 PERGUNTAS MAIS FEITAS EM ENTREVISTA DE EMPREGO
Saiba 7 coisas que nunca deves FALAR numa Entrevista de Emprego